16.11.2015 / Histórias Inspiradoras

Não teria lugar melhor para começar a escrever esse texto do que a 30 mil pés de altura. Afinal, é dentro de um avião. Onde passei a maior parte do meu tempo durante o ano de 2015, quando me tornei executivo de uma empresa de tecnologia holandesa. Foram inúmeras viagens, múltiplos destinos...[continuar lendo]

10.11.2015 / Histórias Inspiradoras

Descobrir a beleza na natureza, olhar a vida e o próximo com generosidade são escolhas que fogem do filtro vermelho das tragédias cotidianas, exaustivamente vendidas por alguns segmentos da mídia. O assalto de hoje só repete o de ontem e assim sucessivamente. Estamos cansados da espetaculari...[continuar lendo]

04.11.2015 / Histórias Inspiradoras

Estou em um relacionamento sério com o caos. Isso, o caos. Eu me via com poderes de Mulher Maravilha: guerreirona, sem babá, campeã da maratona maternidade-trabalho. Só que perdi as forças três meses atrás, quando minha filha caçula nasceu. A casa parecia ter virado de ponta-cabeça. Quas...[continuar lendo]

03.11.2015 / Histórias Inspiradoras

Eu estava correndo. Antes e durante.

Segunda-feira, 8h10 da manhã, terminei meu treino na Lagoa. Entrei no carro, encurralado por outros dois (esse fato faz parte da minha defesa para o que virá a seguir) e, ao virar a direção para a esquerda, ouvi um barulho que não deixava dúvidas:...[continuar lendo]

28.10.2015 / Histórias Inspiradoras

Meu filho número dois há algum tempo virou para mim e disse com todas as letras que o cavalheirismo havia acabado. Eu fiquei surpreso com aquela frase dita por um menino com então apenas 9 anos. Tudo porque minutos antes, ao entrar no carro, ele, mais o meu filho número três, com 7 anos, m...[continuar lendo]

27.10.2015 / Histórias Inspiradoras

MÃOS DADAS

A mãe lavava roupas para fora (e passava a ferro também) e o menino a ajudava, levando à casa da cliente (chamava-se freguesa) a trouxa bem amarrada com as peças limpas e bem engomadas, e recolhendo as sujas.

Sempre parava um pouco diante do campo de futebol para apr...[continuar lendo]

26.10.2015 / Histórias Inspiradoras

Um belo dia resolvi mudar.
Não, não foi bem assim que aconteceu. Não acordei num belo dia da minha vida fazendo tudo que eu realmente queria fazer feito a Rita Lee. Na verdade, foi a minha alma que se rebelou e sentenciou: “Estou me libertando desta vida vulgar que eu levo junto a voc...[continuar lendo]

17.10.2015 / Histórias Inspiradoras

O quarto do hospital era todo bege. Lembro de ter pensado: é creme, caramelo, café com leite – com certeza eram evocações a comfort food, a comida que nos reconforta. Mas a cor era mesmo o impessoal bege, nem frio nem quente; os móveis sem graça, de plástico, metal e fórmica. A cama equ...[continuar lendo]

26.09.2015 / Histórias Inspiradoras

 

“Um dia a gente ainda vai juntar os museus!”.

Por mais de 10 anos, eu e meu broto vivíamos nos prometendo isso, entre uma e outra vez que nos beijamos, ainda sem compromisso. Os tais “museus” eram as nossas coleções particulares de memorabilia beatl...[continuar lendo]