25.10.2015 / Coisas bacanas

Domingo é dia do tumblr Hoje eu Vim Assim Gestante. Clica nele na nossa seleção de canais (ao lado na versão desktop e lá embaixo na mobile) para conhecer a história da Tati Pedroso Mônico, piloto da Gol de 30 anos que está grávida da Luna, de 35 semanas. Ou vá direto por [continuar lendo]

22.10.2015 / Coisas bacanas

A maternidade muda a vida de uma mulher. E aqui mudou – como eu brinco – ‘di cum força’. Primeiro, pela intensidade natural do que é ser mãe. A doação, a disponibilidade emocional, a força para levantar dez vezes à noite e acolher um bebê que quer colo, peito e carinho, a ...[continuar lendo]

19.10.2015 / Coisas bacanas

Se as dicas alternativas de Bela Gil de cuidados com o corpo rendem polêmica e muitos memes, elas também atraem muitos adeptos. À frente de um programa de culinária natural no GNT, o ‘Bela cozinha’, com um livro de receitas nas listas dos mais vendidos e com mais de 400 mil seguid...[continuar lendo]

17.10.2015 / Histórias Inspiradoras

O quarto do hospital era todo bege. Lembro de ter pensado: é creme, caramelo, café com leite – com certeza eram evocações a comfort food, a comida que nos reconforta. Mas a cor era mesmo o impessoal bege, nem frio nem quente; os móveis sem graça, de plástico, metal e fórmica. A cama equ...[continuar lendo]

29.09.2015 / Coisas bacanas

Ela é baixinha, simpática, fala bem, tem sempre um sorriso nos lábios e trabalha. Desde sempre. Ela seria apenas mais uma moradora do Complexo do Alemão, na Zona Norte do Rio, se não soubesse fazer a diferença. Ela nasceu lá, na Rua Dois. Era manicure e cabeleireira quando o teleférico do...[continuar lendo]

26.09.2015 / Coisas bacanas

Fazer vinho é uma arte. Primeiro você escolhe a uva e suas folhas darão a textura da tela, uma planície verde que se estende por quilômetros. Seus galhos vão crescendo  e sendo moldados à procura da melhor iluminação. Suas flores e frutos desabrocham e essa tela passa a ter novas textur...[continuar lendo]

26.09.2015 / Histórias Inspiradoras

 

“Um dia a gente ainda vai juntar os museus!”.

Por mais de 10 anos, eu e meu broto vivíamos nos prometendo isso, entre uma e outra vez que nos beijamos, ainda sem compromisso. Os tais “museus” eram as nossas coleções particulares de memorabilia beatl...[continuar lendo]